O CTG

Histórico


O CTG Alexandre Pato fora fundado no dia 30 de Setembro de 1953, onde em reunião entre vários amigos, entre eles Archimedes Almeida, Nelson Berthier, César Muliterno e Otaviano Telles, foram sugeridos diversos nomes para a escolha do Patrono como:

– Teodoro Telles;
– Gustavo Berthier;
– Alberto Berthier;
– Alexandre Góes Vieira, conhecido com o Alexandre Pato;

Porém destes o nome escolhido por todos foi Alexandre Pato.
Alexandre de Góes Vieira ou Alexandre Pato, como era conhecido, nasceu na Fazenda da Ramada, no município de Vacaria/RS, em 29 de Março de 1843. Era filho de Bernardinho Antonio de Jesus, natural da Província de São Pedro, o qual nasceu na Fazenda Lagoa dos Patos nas proximidades de Vacaria/RS. Sua mãe Bernardina de Góes Vieira era natural de São Paulo/SP.

Alexandre foi casado com Francisca Borges Vieira, de tradicional família vacariana. Desta união nasceram 16 filhos, com uma descendência de mais de 600 pessoas, com ramificação e entrelaçamento de várias famílias de renome nacional.

Alexandre foi tropeiro, exímio laçador, grande tradicionalista e grande agro-pecuarista. Faleceu em Lagoa Vermelha no dia 10 de Março de 1913, com 70 anos de idade.

O CTG Alexandre Pato teve como primeiro patrão o senhor Nelson Berthier que foi eleito no dia 30/09/1953. Consta na ata que em Agosto de 1964 deu-se início na construção da primeira sede do Centro de Tradições Gaúchas Alexandre Pato e que em outubro de 1964 a mesma foi inaugurada.
O primeiro Rodeio de Patrões aconteceu em 20 de Setembro de 1964, onde podiam participar somente os patrões das entidades, neste ano era Patrão o senhor Esmeraldino Salatino.

O primeiro Rodeio Crioulo do Ctg Alexandre Pato realizou-se de 02 à 04 de Fevereiro de 1973, o Patrão era o senhor Celso Lima e esteve presente nesse evento o Coordenador da 8ª Região Tradicionalista o senhor Adelar Rodrigues, como a Mais Prendada Prenda do Rodeio Estadual de Lagoa Vermelha foi eleita Clésia Inês Socolo do CTG Querência do Prata, da cidade de Nova Prata. Desde então ficou oficializado que o Rodeio aconteceria de 02 em 02 anos.

Em 1975 a 1ª Prenda do CTG Alexandre Pato, Nádia Reis participou do Concurso Estadual da Mais Prendada Prenda do Rio Grande do Sul, na oportunidade obteve o título de Melhor Declamadora do Rio grande do Sul.

O primeiro Baile da Prenda Jovem foi em 1980, era Patrão o senhor Eraldo Pacheco, debutaram 25 meninas.

A Primeira Festa Nacional do Churrasco e Comida Campeira aconteceu juntamente com o IV Rodeio Crioulo Nacional nos dias 25 a 30 de Janeiro de 1983, tinha como Patrão o senhor Sebastião Vilson do Amaral e como presidente da comissão organizadora o senhor Doutor Oscar Menna Barreto Grau. Desde então a cada edição o sucesso é maior, com o churrasco de melhor qualidade, tendo um corte todo especial, carneadores e assadores de maior domínio e técnica. Juntamente com a Primeira Festa Nacional do Churrasco, dispondo de toda a criatividade dos organizadores e diante de conversas com os membros foi feita a MANTA DE CHARQUE DE UMA RÊS INTEIRA, a qual era desossada. Seu idealizador foi o senhor Francisco Fialho, popular Chico Fialho. Esse charque ficava exposto durante todo o rodeio, sendo feito uma rifa da manta.

A primeira apresentação da Invernada Artística do CTG foi no ano de 1984, onde o mesmo tinha como Patrão o senhor Sebastião Vilson do Amaral.
No primeiro aniversário da Quadrilha, realizado no ano de 1985 o Patrão era o senhor Pedro Jaime Nogueira.

No primeiro torneio da 1ª Edição do Troféu Biriva teve como ganhador da disputa do Tiro de Laço o CTG Alexandre Pato e o último torneio da 1ª Edição do Troféu também foi o CTG, sendo que a entidade que conquistasse esse título 3x consecutivas ou 5 alternadas ficaria com o Troféu em definitivo. E o CTG Alexandre Pato foi o contemplado. Seu idealizador foi César Vieira.

O CTG Alexandre Pato organizou a II Edição do Troféu Biriva que foi no dia 06/05/2007 no Parque de Rodeios Ítalo Nunes Mondadori, sendo o vencedor dessa edição o CTG Planalto Capoense.
O CTG Alexandre Pato está hoje na sua XIV Festa Nacional do Churrasco e Comida Campeira, 5ª Mostra do Doce Campeiro e XIX Rodeio Crioulo Nacional.

O primeiro Fandango da Prenda Jovem, foi realizado no ano de 1980, quando era Patrão o senhor Eraldo Pacheco. Em 1981, aconteceu o segundo Fandando da Prenda Jovem, com o Patrão Sebastião Vilson do Amaral.

Em 1982 e 1983 aconteceu o 3º e o 4º Fandango da Prenda Jovem, também sob a Patronagem do senhor Sebastião Vilson do Amaral.
Em 1984 realizou-se o 5º Baile, com o Patrão Joaquim F. Nunes Hoffamann.
Em 1985 com o Patrão Joaquim F. Nunes Hoffamann aconteceu a 6ª edição do Fandango da Prenda Jovem.
Nos anos de 1986 e 1987, sob a patronagem de Pedro Jaime Nogueira, ocorreram a sétima e a oitava edição do Fandango da Prenda Jovem.
O nono Fandango da Prenda Jovem aconteceu no ano de 1988, com o Patrão Clair Paim.
Ainda sob a gestão de Clair Paim, aconteceu o décimo Fandango da Prenda Jovem, no ano de 1989.
Em 1990 e 1991, o Patrão Clodoveu Campos de Oliveira, realizou o décimo primeiro Fandango da Prenda Jovem e também o décimo segundo.
O Patrão Luiz Sutil G. dos Anjos realizou o décimo terceiro, décimo quarto, décimo quinto e décimo sexto Fandando da Prenda Jovem nos anos de 1992, 1993, 1994 e 1995 respectivamente.
Nos anos de 1996 e 1997, o Patrão Miguel Ângelo Ferreira realizou o décimo sétimo e o décimo oitavo Fandango da Prenda Jovem.

De 1998 à 2001, o Patrão da Entidade Alvício José Telles, realizou o décimo nono, vigésimo, vigésimo primeiro e o vigésimo segundo Fandango da Prenda Jovem.
Em 2002 e 2003, aconteceu o vigésimo terceiro e o vigésimo quarto Fandango da Prenda Jovem, com o Patrão Walter dos S. Lima.
No ano de 2004, com o Patrão Nicanor Alves de Lima, foi realizado o vigésimo quinto Fandango da Prenda Jovem.
Nos anos de 2005 e 2006, não foram realizados esses eventos por não dispor de local.
No ano de 2007, ocorreu a vigésima sexta edição do Fandango da Prenda Jovem, com o CTG sob o comando do Patrão Nicanor A. de Lima.

O CTG Possui Parque de Rodeios Próprio, onde realiza vários eventos, além disso conta também com escolas de danças mirim e juvenil.
Promove atividades culturais como por exemplo na Semana Farroupilha onde as Prendas desenvolvem projetos na comunidade Lagoense.
Na parte campeira várias atividades são desevolvidas e participadas pelo CTG, mas a que maior se destaca é a realização do Rodeio Crioulo Nacional, um grande evento que promove a Cultura Gaúcha. Também acontece paralelo a este evento a Festa Nacional do Churrasco e Comida Campeira e Mostra do Doce Campeiro.

O CTG Alexandre Pato possui 20 piquetes de Laçadores filiados, tendo em torno de 300 afiliados até o momento.